Planejamento patrimonial e sucessório para além da pandemia

Em artigo publicado na Análise Editorial, o sócio da área societária Rafael Flores aborda o planejamento patrimonial e sucessório para além da pandemia.

O cenário de pandemia contribuiu para um aumento na procura por testamentos e planejamentos patrimoniais, inclusive de pessoas cada vez mais jovens e que usualmente não se preocupavam com esse tipo de questão.

O profissional explica que antecipar cenários futuros, além de garantir a continuidade dos negócios, a proteção do patrimônio familiar, também é visto como uma economia financeira e com benefícios tributários, pois é possível reduzir o impacto no pagamento de tributos, como o Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doações, Imposto de Renda sobre Ganho de Capital, e se antecipar a uma possível regulamentação do imposto sobre grandes fortunas, já previsto na Constituição brasileira, porém não implementado e, inclusive, com a estruturação de empresa holding ou offshore como ferramenta de planejamento tributário e sucessório.

Confira o artigo na íntegra em https://lnkd.in/dRugg8c